São Paulo 10/5/2021 – É preciso facilitar o acesso do consumidor às últimas tecnologias para smartphones, o que inclui o 5G

Segundo a IDC, os celulares compatíveis com essa tecnologia vão representar mais de 40% das aquisições em 2021; aparelhos com preços acessíveis já estão disponíveis no Brasil

O mercado mundial de smartphones em 2021 deve ganhar um novo fôlego com a chegada dos aparelhos 5G. Segundo dados da consultoria IDC, os celulares com essa tecnologia devem responder por mais de 40% do volume global este ano e por quase 70% das vendas em 2025. Já no primeiro trimestre de 2021 o 5G deve ser responsável por um crescimento de 13,9% nas vendas de telefones.

No Brasil, o país entrou em uma nova e importante fase rumo ao lançamento do 5G. Depois das maiores operadoras de telefonia no país realizarem no ano passado seus testes da quinta geração de telefonia móvel para o uso nos smartphones, agora é a vez dos grandes fabricantes de celulares apresentarem modelos prontos para o uso com essa nova tecnologia.

E quem acha que o 5G será um recurso apenas para os equipamentos mais caros, terá uma surpresa: já estão chegando ao Brasil smartphones a preços acessíveis, semelhantes aos praticados em celulares 4G. É o caso, por exemplo, do realme 7 5G,  celular que traz tela de 6,5 polegadas, display de 120Hz e processador MediaTek Dimensity 800U.

“Nosso objetivo é facilitar o acesso do consumidor às últimas tecnologias para smartphones, o que inclui o 5G”, explica Samir Vani, gerente geral da MediaTek no Brasil, fabricante que encerrou o ano de 2020 na liderança do mercado global de chips para smartphones (com 31,9% do market share, segundo dados da consultoria IDC).

Disposta a acelerar a chegada de smartphones 5G ao Brasil, a empresa anunciou em março o chip Dimensity 720, e acaba de colocar no mercado brasileiro o Dimensity 800U, ambos destinados a celulares compatíveis com a nova geração de telefonia móvel. E pretende lançar nos próximos meses modelos de chipsets 5G ainda mais potentes.

Os novos processadores lançados no Brasil, com arquiteturas mais modernas, além de oferecer maiores velocidades, trazem melhor processamento tanto em CPU como em GPU e APU, quando comparados às gerações anteriores. Com isso, os usuários podem desfrutar de uma gama de recursos que facilita uma experiência mais veloz e inovadora em seus novos celulares.

“Estamos muito orgulhosos de trazer o primeiro smartphone com o chipset MediaTek Dimensity 800U para o Brasil com o realme 7 5G, smartphone 5G mais acessível do mercado. Essa parceria com a MediaTek nos ajuda na nossa missão de democratizar o 5G e levar essa tecnologia para cada vez mais jovens no Brasil”, explica Sherry Dong, diretora global de marketing da realme.

Nova geração de telefonia
E o que é possível esperar da tecnologia 5G no Brasil? Para começar, como o leilão do espaço de espectro destinado exclusivamente ao 5G (a faixa de 3,5GHz) está previsto para julho, inicialmente serão compartilhadas as faixas de transmissão já utilizadas pelas gerações anteriores, com o uso de uma tecnologia conhecida como DSS (Dynamic Spectrum Sharing ou compartilhamento dinâmico de espectro). Ou seja, nesta etapa estará disponível um ganho incremental que já poderá até duplicar a velocidade de download e upload quando comparado ao 4G.  

Já os celulares antigos não poderão desfrutar dessa tecnologia. Será preciso comprar um novo smartphone compatível para tirar proveito dela. Com esse novo padrão são estimadas velocidades de conexão e download de dados que superam 1 Gb/s.  Já a latência (que é o tempo que leva entre o usuário executar um comando e essa ação ser identificado pela rede e colocado em prática) pode ser até dez vezes menor. Esse quesito é essencial para, por exemplo,  tornar as disputas mais realistas, pois acelera o tempo de resposta.

O 5G tende a ser um divisor de águas dentro das tecnologias de transmissão de equipamentos móveis e irá atingir uma série de outras áreas e usos, que não somente os smartphones, mas também em equipamentos como os notebooks, que devem ganhar popularidade, com a oferta de portáteis sempre conectados. Até as transmissões de vídeo em 4K podem ser realizadas em 5G, o que pode mudar bastante o cenário do mercado de TVs por assinatura, por exemplo.

Ainda há um bom caminho até a popularização do 5G e para que seus benefícios cheguem em larga escala ao Brasil. Mas quem pensa em comprar um smartphone já deve colocar esse requisito na sua lista. Assim já terá um aparelho com recursos avançados e pronto para o futuro (próximo), protegendo seu investimento.

Website: http://www.mediatek.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui