Uberlândia – MG 12/5/2021 –

Pediatra do Santa Genoveva Complexo Hospitalar esclarece sobre os principais cuidados que as mães devem ter com a amamentação em época de pandemia.

Que o leite materno é o alimento essencial para o desenvolvimento infantil, muita gente já sabe. Entretanto, a amamentação voltou a ser questionada com o surgimento da pandemia do Coronavírus. Várias mães passaram a ter medo de continuar a amamentar ao testarem positivo para a Covid-19.

Antes de mais nada, vale ressaltar que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), até o momento, não existe comprovação científica de transmissão do novo Coronavírus pelo leite materno. Ainda de acordo com a SBP, como o contágio ocorre por meio de gotículas respiratórias emitidas quando a pessoa tosse, espirra ou por saliva e secreção do nariz, além do contato com objetos e superfícies contaminadas, a amamentação pode ser mantida se a mãe estiver em bom estado geral e tomar alguns cuidados higiênicos.

E agora, Dr.?

Apesar de todo o medo que gira em torno desse assunto, o pediatra e responsável pelo Pronto-Atendimento Pediátrico do Santa Genoveva Complexo Hospitalar, Douglas Lopes, esclarece que o coronavírus não impede a amamentação. “Contudo, caso a mãe ou alguém próximo do bebê tenha testado positivo, é necessário redobrar os cuidados, como não abrir mão da máscara cirúrgica, lavar bem as mãos e utilizar o álcool em gel. Interromper a amamentação não é indicado pela doença, a não ser que essa seja uma opção da mãe ou pelo estado clínico da mesma”, explica o médico.

Amamentação x pandemia

Segundo o pediatra, principalmente no momento da amamentação, locais de aglomeração devem ser evitados. “Essa dica vale para todas as mães, não só para as que testaram positivo. Caso prefira, também, a ordenha pode ser uma aliada em algum momento, desde que com os cuidados necessários com a manipulação dos objetos. Mesmo tomando todos os cuidados, é preciso sempre estar atento à saúde do bebê e ficar de olho se ele iniciar com febre, falta de ar ou desinteresse para mamar. Caso apresente esses sintomas, deve procurar assistência médica com o pediatra imediatamente”, esclarece Douglas Lopes.

Website: https://santagenoveva.net/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui