Bournemouth, UK 28/4/2021 – As pessoas estão no centro dessa transformação digital. Elas são as responsáveis pelo sucesso ou fracasso dessa iniciativa.

A transformação digital está causando a diminuição no número de estabelecimentos comerciais tradicionais e esse momento de pandemia tem acelerado essas condições.

Pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo analisa o impacto nas empresas tradicionais e que a porcentagem de empresas investindo em transformação digital cresceu de 69% para 90%. Além disso, muitos estabelecimentos comerciais sem estratégia digital estão perdendo espaço no mercado e muitos estão encerrando suas atividades. O estudo também mostra que a pandemia tem uma parcela de responsabilidade nisso, mas ela só está acelerando esta situação. Outro ponto destacado no estudo mostra que os hábitos dos consumidores estão mudando, pois estão procurando por facilidades como, condições de entrega no mesmo dia ou no dia seguinte, políticas de devolução sem custo, não ter preocupação em achar um lugar para estacionar o carro ou ainda ter acesso a lojas 24 horas por dia através do seu celular ou da internet. Isso se reflete diretamente nos números. Isso foi comprovado também num estudo realizado pelo Euromonitor International, durante os anos de 2011 a 2019, os shoppings online no mundo cresceram 352,3%, taxa extremamente superior aos 28,2% de crescimento de empresas de varejo simples durante o mesmo período.

Entretanto, ainda existem aqueles que preferem experimentar os produtos antes de comprar. “Mas a tecnologia vai resolver este problema e isso é só uma questão de tempo!”, afirma o Especialista em Desenvolvimento de Softwares e Empreendedor, Tiago Vaccari, que completa: “Para esse público, a tecnologia está sendo usada agora para criar soluções de realidade aumentada”. Tiago Vaccari observa que a transformação digital faz parte do progresso tecnológico e não irá retroceder, muito pelo contrário, vai avançar independentemente do segmento da empresa, afetando todas as atividades empresariais. Tiago ainda recorda, “Esse é um movimento mundial. Vi isso acontecendo em minha cidade natal, Jundiaí, alguns anos atrás e esse movimento é ainda mais acelerado aqui na Europa”.

Com mais de 18 anos de experiência na área de tecnologia de informação e hoje, trabalhando em uma startup em Bournemouth no Reino Unido, o especialista Tiago Vaccari faz uma análise e constata que essa tendência tem crescido em um ritmo muito mais acelerado, devido ao contexto de crise financeira e de saúde mundial em que estamos inseridos. Isso se reflete na necessidade de adaptação constante dos modelos de negócios, demandando que as empresas se transformem digitalmente, sendo isso uma condição essencial para permanecer no mercado. Também vale lembrar que a transformação digital deve ser precedida de uma mudança de cultura organizacional. “O que temos que nos lembrar é que, para que essa reforma tecnológica possa ser concluída com sucesso, é necessário existir uma cultura corporativa que promova a inovação e a criatividade dentro das empresas”, alerta Tiago Vaccari.

Também, segundo pesquisa realizada pela Forbes, 71% das organizações que incorporaram a transformação digital de forma madura conseguem otimizar custos por automatizar atividades repetitivas que não agregam valor à companhia, aumentar a produtividade por identificar em quais pontos a empresa pode melhorar e identificar oportunidades fazendo com que a empresa aumente os lucros. Ferramentas como Inteligência Artificial, Machine Learning, Business Intelligence, Internet das Coisas, Wearables e Blockchain são importantes para a sobrevivência das empresas. A respeito disso, Tiago diz: “Não podemos esquecer que quem usa essas ferramentas são as pessoas que trabalham nas empresas”, ele ainda acrescenta, “As pessoas estão no centro dessa transformação digital. Elas são as responsáveis pelo sucesso ou fracasso dessa iniciativa”. 

A transformação digital é um processo que envolve projetos de análises de dados em conjunto com a experiência dos clientes. Tiago salienta que, “Se a organização for resistente a essas mudanças de cultura e não centralizar seus esforços com a visão do cliente, mais cedo ou mais tarde ela será engolida”. Tiago Vaccari, que tem ajudado dezenas de empresas com desenvolvimento de software e transformação digital devido a seu profundo expertise, destaca o que pode ajudar as empresas nessa jornada da transformação digital: “Existem várias metodologias e processos para ajudar nesta jornada. Mas o mais importante, é garantir que todos os níveis organizacionais estejam comprometidos com esta jornada”, finaliza o especialista.

Website: https://www.linkedin.com/in/tiago-vaccari-0b159a54/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui