Campinas, SP 3/5/2021 – As plataformas digitais podem ser o caminho para artistas independentes

As plataformas digitais podem ser o caminho para artistas independentes, pois, atualmente, há uma infinidade de aplicativos gratuitos que podem ser baixados com facilidade nos smartphones.

As plataformas digitais podem ser o caminho para artistas independentes, pois, atualmente, há uma infinidade de aplicativos gratuitos que podem ser baixados com facilidade nos smartphones.

Para se ter uma ideia, o Spotify, um dos serviços de streaming de música e podcasts mais populares do mundo, conta com mais de 354 milhões de usuários. Destes, 155 milhões são assinantes e qualquer pessoa pode criar uma conta e inserir seus materiais por lá, sem gastos iniciais exorbitantes.

Um exemplo disso é o cantor Daylon Martineli, que lançará seu primeiro EP no próximo dia 09 de maio. Ele comenta que “a pandemia obrigou a nos reinventarmos. Com o isolamento social e o distanciamento físico, a internet se tornou um meio fundamental para trabalho, estudo e entretenimento”.

Daylon deixa claro que “o artista se torna soberano de seu trabalho quando consegue ter a percepção de que produz conteúdos para o público e não para ele. Meu compromisso é tomar o coração das pessoas. É para isso que vivo! Procuro me reinventar para que todos possam perceber que é possível descobrir um novo talento dentro de cada um, mesmo nesta fase tão difícil”.

Streaming no Brasil: novos caminhos de acesso à música

É fato que o isolamento social ajudou a modificar a rotina dos usuários, dos artistas e da indústria fonográfica como um todo. Em entrevista, Carols Mills, presidente da ABMI (Associação Brasileira de Música Independente), expôs que “a maioria das gravadoras está confiante do crescimento do modelo de streaming a longo prazo. Aqui no Brasil, estamos longe da saturação do mercado”.

Existe a possibilidade de encontrar músicas e podcasts e ainda inserir os trabalhos em outras plataformas de músicas, como:

  • o Deezer, com mais de 16 milhões de usuários ativos no mundo;
  • o YouTube Music, com pouco mais de 20 milhões de assinantes ativos;
  • o Apple Music, que já superou os 82 milhões de assinantes ativos;
  • o Amazon Music, que conta com mais de 55 milhões de assinantes ativos.

Lembrando que, em todos eles, basta buscar pelo nome do artista ou das próprias canções que será direcionado para elas ou para assuntos semelhantes.

Website: http://www.daaylon.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui