São Paulo/SP 17/5/2021 – “Por meio das trajetórias das personagens, as pessoas são levadas a pensar em como nos relacionamos com a vida, com a natureza e os reflexos dessa relação”.

As Fabulosas Fábulas de Iauaretê, livro de Kaká Werá, inspira a programação de maio, de bate-papos ao vivo e contações de histórias, voltada à cultura indígena e com a participação de Kaká Werá, Kaê Guajajara e Cia. Pé do Ouvido.

Kaká Werá é um dos expoentes do pensamento e do ativismo indígena. Escritor de origem tapuia, ambientalista e especialista em saberes tradicionais da cultura tupi, é autor do livro infanto-juvenil “As fabulosas fábulas de Iauaretê” (Peirópolis, 2007), que inspira a programação cultural gratuita e online que se inicia no mês de maio de 2021.

Nessa obra, Kaká Werá conta as aventuras de Iauaretê, uma onça que, por magia de Tupã, vira gente de noite. Iauaretê apaixona-se pela jovem Kamakuã e tem com ela dois filhos muito diferentes: o caçador Juruá que, por vaidade, começa a destruir a natureza; e o canoeiro Iauaretê-Mirim, que no mergulho de sua relação com todos os seres, inicia o caminho para se tornar pajé.

Para Débora Sperl e Lilia Nemes, contadoras de histórias da Cia. Pé do Ouvido e idealizadoras do projeto, “Por meio das trajetórias opostas das personagens criadas por Kaká, as pessoas são levadas a pensar em como pode se relacionar a vida, com a natureza e quais são os reflexos dessa relação.”

O projeto

Do encantamento da Cia. Pé do Ouvido com o livro de Kaká surgiu a vontade de montar um espetáculo teatral infanto-juvenil baseado na obra. Para tanto, a Cia. se uniu à produtora e curadora Elaine Bortolanza, da Interzonas Produções, e reuniu uma equipe que conta com quatro artistas indígenas de diferentes etnias.

Como parte da pesquisa para a criação da peça, que estreia no final do segundo semestre, e como forma de apoiar o conhecimento e o respeito às culturas indígenas, foi desenvolvida uma programação online de encontros ao vivo, contações de histórias e oficinas abertas ao público.

O projeto conta com o patrocínio do Programa de Ação Cultural (ProAC – Secretaria de Cultura e Economia Criativa – Governo do Estado de São Paulo), parcerias com a Biblioteca do Parque Villa-Lobos, Biblioteca Hans Christian Andersen, Fábricas de Cultura, escolas da rede pública e com o Programa Jovem Monitor Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Programação maio de 2021

O poder da ancestralidade com Kaká Werá

Neste bate-papo, o autor do livro “As Fabulosas Fábulas de Iauaretê” Kaká explana sobre o reconhecimento da ancestralidade e como faz para integrá-la no dia a dia.

Kaká Werá é escritor de origem tapuia, ambientalista, ativista social e conferencista. Especialista em saberes tradicionais da cultura tupi, professor responsável pela cátedra indígena na Unipaz (Universidade Holística da Paz). Trabalha com desenvolvimento de pessoas através de imersões, vivências e seminários no Brasil e no exterior. Autor de oito livros, dos quais três traduzidos para o inglês, alemão e francês abordando a temática da sabedoria ancestral como caminho para o autoconhecimento: “Todas as vezes que dissemos adeus”, “Origem do mundo segundo os Guaranis” e “Kuaracy-korá: o poder do trovão”.

Encontro com Kaká Werá, 20 de maio (quinta-feira) das 14h às 15h.

Transmissão ao vivo pela Biblioteca Parque Villa-Lobos, via plataforma Zoom.
Inscrições pelo site da Biblioteca (www.bvl.org.br/inscricao) a partir das 10h do dia 10 de maio (segunda-feira).
Indicado para jovens e adultos.

Contação de histórias do livro As fabulosas fábulas de Iauaretê com a Cia. Pé do Ouvido

O buraco da onça e outras histórias

Nesta contação de histórias, Débora Sperl e Lilia Nemes, da Cia. Pé do Ouvido, apresentam alguns contos do livro “As fabulosas fábulas de Iauaretê”, de Kaká Werá Jecupé. Todas as histórias têm como protagonista Iauaretê, uma onça muito especial, capaz de virar gente de noite. Iauaretê cai na armadilha de um caçador – um buraco profundo – e, sem saber como sair dali, adormece e sonha. Os sonhos trazem lembranças: as disputas com outros bichos da floresta, o casamento com Kamakuã e as trajetórias de seus dois filhos, Juruá e Iauaretê-Mirim.

22 de maio às 15h, sábado.

Transmissão pelo Facebook da Biblioteca Hans Christian Andersen.
https://pt-br.facebook.com/bibliotecahans.christianandersen/

22 e 29 de maio às 15h

Transmissão pelo Instagram das Fábricas de Culturas.
Plataforma: IGTV https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn

30 de maio às 15h, domingo.

Publicação do vídeo no Facebook da Biblioteca do Parque Villa-Lobos.
https://pt-br.facebook.com/BVLbiblioteca

Parceiros
O projeto conta com diversos parceiros, entre eles a Editora Peirópolis, o Programa Jovem Monitor Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Fábricas de Cultura, Biblioteca Hans Christian Andersen e Biblioteca do Parque Villa-Lobos.

http://www.instagram.com/ciapedeouvido/

Website: http://www.youtube.com/ciapedoouvido

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui