São José do Rio Preto, SP 4/5/2021 – O dinheiro do imposto é fundamental para ajudar a equilibrar as contas dos hospitais, como o Hospital de Base de Rio Preto e o Hospital da Criança e Maternidade

No Brasil, menos de 2% do valor total em impostos que poderiam ser doados são destinados a estes projetos sociais. Segundo os últimos dados da Receita Federal, em 2019, dos 7,5 bilhões de reais de tributos que os brasileiros poderiam ter direcionado a projetos sociais, apenas R$ 95 milhões foram destinados, ou seja, somente 1,27% do total. Na pandemia, hospitais podem receber dinheiro do imposto de renda.

Os brasileiros vivem o período para preparar e entregar a declaração do imposto de renda de pessoa física 2021 (ano-base 2020). Poucos sabem, no entanto, que podem destinar até 6% do imposto devido aos projetos sociais desenvolvidos por hospitais, ONGs e instituições filantrópicas. O desconhecimento reflete-se neste dado: no Brasil, menos de 2% do valor total em impostos que poderiam ser doados são destinados a estes projetos sociais. Segundo os últimos dados da Receita Federal, em 2019, dos 7,5 bilhões de reais de tributos que os brasileiros poderiam ter direcionado a projetos sociais, apenas R$ 95 milhões foram destinados, ou seja, somente 1,27% do total.

No caso das instituições de saúde, estes bilhões fazem ainda mais falta diante do aumento das despesas com a pandemia do novo coronavírus. O maior complexo hospitalar do interior do Estado de São Paulo, o da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme), de São José do Rio Preto, trabalha para reduzir o desconhecimento do contribuinte com campanhas junto aos 102 municípios e mais de 2 milhões de habitantes que atende. O complexo é integrado pelo Hospital de Base de Rio Preto (HB), o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), o Ambulatório de Especialidades, o Instituto do Câncer, o hemocentro e a unidade do Instituto de Reabilitação Lucy Montoro. São mais de 7.400 funcionários que realizam quase 800 mil atendimentos por ano. “Este dinheiro é fundamental para nos ajudar a equilibrar as contas dos hospitais, por exemplo. Se já enfrentávamos dificuldades antes, imaginem agora, com a pandemia”, ressalta o médico Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Fundação.

Como destinar parte do imposto de renda ao HB e HCM

Pode reservar até 6% do valor do imposto devido o contribuinte pessoa física que faz a declaração optando pela tributação por deduções legais, o antigo modelo completo. A pessoa pode reservar 3% para projetos através do Fundo Municipal da Criança e Adolescente e outros 3% para os projetos associados ao Fundo Municipal do Idoso da cidade de Bady Bassitt, que repassam o dinheiro para o HB e HCM. O contribuinte pessoa física que já destinou parte do tributo aos fundos de Bady Bassitt em dezembro passado por meio de depósito ou boleto bancário precisa se lembrar de preencher o campo “Doações Efetuadas” na declaração do imposto de renda.

A pessoa que, em dezembro, destinou até 3% aos fundos municipais pode agora reservar até outros 3% do imposto devido, preenchendo o campo “Doações Diretamente na Declaração”. A equipe do Setor de Captação de Recursos da Funfarme está à disposição para orientar e esclarecer dúvidas do contribuinte pelo telefone (17) 3201-5189.

Projetos do HB e HCM que serão beneficiados
Os recursos captados por meio do Fundo Municipal do Idoso de Bady Bassitt são investidos na modernização e adequação de Setor de Geriatria do Hospital de Base para manter o atendimento de qualidade.

Já o dinheiro do contribuinte destinado através do Fundo da Criança e do Adolescente será empregado em melhorias e investimentos na UTI Neonatal e de diversos tratamentos pediátricos do Hospital da Criança e Maternidade.

Para conhecer mais os projetos basta acessar
Em agosto de 2020, o Instituto Doar renovou a certificação “Selo Doar”, que garante que a Funfarme é uma entidade confiável e transparente com recursos provenientes de ações solidárias. A instituição, inclusive, oferece um link com toda prestação de contas, que pode ser acessado em https://www.hospitaldebase.com.br/files/pub/2386/prestac-a-o-de-contas-2019-compactado.pdf

Transparência na prestação de contas
O complexo Funfarme e seus hospitais são totalmente transparentes na prestação de contas de todo o dinheiro que recebem da sociedade, inclusive o proveniente do imposto de renda.

Pandemia estende o prazo para a declaração em 2021
Devido à pandemia do novo coronavírus, a Receita Federal prorrogou o prazo final de entrega do Imposto de Renda de 2021. Agora, o contribuinte tem até 31 de maio para fazer a declaração, ou seja, um mês a mais da data anterior, que acabaria em 30 de abril. Sendo assim, a expectativa de entidades filantrópicas é que as declarações deste ano sejam ainda mais solidárias com os diversos projetos sociais.

Inclusive, com o intuito de inteirar melhor o contribuinte sobre o assunto, o complexo de saúde da Funfarme, em São José do Rio Preto, disponibiliza informações gratuitas sobre como ajudar. Basta acessar o link https://www.hospitaldebase.com.br/quemdoatransforma/

Website: https://www.hospitaldebase.com.br/files/pub/2386/prestac-a-o-de-contas-2019-compactado.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui