Startup conecta freelancers de tecnologia a clientes

    0

    Brasília – DF 18/3/2021 – Acho que a experiência negativa em outras plataformas me mostrou uma outra forma de pensar (…) é possível monetizar bem um negócio sem cobrar altas taxas

    Plataforma já conta com 7 mil profissionais como programadores e designers e mais de 10 mil empresas contratantes

    Os trabalhos freelancers vêm se tornando uma alternativa cada vez mais procurada por profissionais que querem aumentar a renda e driblar a crise provocada pela pandemia de Covid-19. Do outro lado estão as empresas que estão aprendendo na prática que o trabalho remoto é amigo da redução de custos. O freelancer é um profissional autônomo que trabalha para diversas empresas e desempenha as funções para atender clientes de maneira independente.

    Desde o início do isolamento social no país em razão da pandemia do Coronavírus, o número de freelancers brasileiros cadastrados em plataformas de trabalho cresceu mais de 32%, segundo dados da Workana. A plataforma registrou 293 mil novos freelancers brasileiros desde o início da pandemia. No total, são 1,6 milhões de profissionais cadastrados. O GetNinjas registrou mais de 2,4 milhões de serviços solicitados pelos brasileiros entre março e setembro, crescimento de 86% em relação ao mesmo período de 2019. O aplicativo credita o aumento à maior demanda de serviços em casa por conta do isolamento social e a necessidade de reparos e reformas.

    As plataformas de trabalho atuam como intermediárias entre clientes e prestadores de serviços das mais variadas atividades. Mas uma Startup de Teresina, no Piauí, optou por uma mudança de estratégia e focou seu público no mercado de tecnologia. A Codefreela já conta com mais de 7 mil freelancers e quase 10 mil empresas contratantes. A plataforma tem foco em programadores de todas as linguagens: de Cobol a React Native. Também há oportunidades para especialistas em SEO, UX/UI designers e profissionais que trabalham na melhoria de interface de aplicações. 

    Segundo André Alencar, CEO da Codefreela, os profissionais pagam uma mensalidade, mas, com um plano gratuito, podem fazer até cinco propostas semanais e conseguir uma renda, mesmo sem pagar nada.  A plataforma também permite que o freelancer faça contato diretamente com os clientes e não há cobrança de taxas sobre ganhos. O criador da nova plataforma que iniciou sua carreira em 1994 e em 2003 criou o famoso Zigg Downloads, considerado um dos mais importantes portais de download de softwares, drivers e jogos do Brasil, é contra a taxa de 10% cobrada sobre o faturamento dos prestadores de serviços. ” Um job de aplicativo pode custar até R$ 30 mil e ser realizado em três ou quatro meses. Um pequeno site pode ser construído em poucos dias e gerar uma renda de R$ 3 mil. A Codefreela quer ser mais que uma intermediária, a ideia é ser parceira do freelancer”, afirmou.  

    De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), existem atualmente 845 mil empregos no setor de TI no Brasil e a demanda anual por novos talentos projetada entre 2019 e 2024, está em 70 mil profissionais. 

     

    Website: https://codefreela.com/