InícioNotíciasWhatsApp e Telegram também atendem a denúncias de violência contra a mulher

WhatsApp e Telegram também atendem a denúncias de violência contra a mulher

-

Uma campanha lançada pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos visa conscientizar a população para o uso de aplicativos WhatsApp e Telegram. O objetivo é destacar o uso do app para denúncias de violência contra a mulher.

De acordo com reportagem publicada no site da Agência Brasil, também foi lançado um aplicativo chamado Direitos Humanos Brasil, que pode ser baixado gratuitamente nas lojas digitais dos principais dispositivos móveis – Android e iOS.                                                                                                                          

O objetivo da iniciativa é criar novos mecanismos para que a mulher e outros grupos consigam registrar de forma anônima esses tipos de crimes. O próprio Governo Federal divulgou alguns dados preocupantes. Até o início do mês de dezembro, mais de 290 mil denúncias desse teor foram registradas. Dessas, 188 mil foram somente contra mulheres.

Denunciante pode anexar fotos e vídeos no WhatsApp e Telegram

Um dos grandes diferenciais da iniciativa está na possibilidade de anexar fotos e vídeos que comprovem a situação de violência física ou psicológica. Da mesma forma que nos mecanismos tradicionais de denúncia, é garantido o total anonimato da denunciante. O objetivo é preservar a sua integridade física e emocional.

De acordo com a Coordenadora Geral de gestão do disque Direitos Humanos Ana Terra Teles, o site da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos também passou a contar com um chat que atende as denúncias em tempo real, além do atendimento em Libras para deficientes auditivos.                                                                           

É possível efetuar a denúncia de violência pelos canais digitais ou pessoalmente

A inserção de ferramentas digitais de denúncia é mais uma forma de efetuar a denúncias. Isso especificamente em situações de violência contra a mulher. Mas caso você se sinta insegura em realizar esse procedimento pelos meios digitais, existem os canais tradicionais, como disque 100 e disque 180.

Os canais podem ser utilizados por qualquer cidadão e funcionam 24h por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. Todos os serviços podem ser acessados também pelo site oficial do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos:  www.gov.br/mdh.

A partir do momento em que a mulher utiliza os canais digitais para o encaminhamento da denúncia, o canal as recebe e envia a apuração da ocorrência para os órgãos responsáveis. Entre eles estão o Ministério Público, a Policia Civil e a Policia Federal.

Além disso, é indispensável mencionar que também é possível procurar uma Delegacia Especializada de Atendimento à Violência Contra à Mulher no seu município e registrar o Boletim de Ocorrência pessoalmente. Apesar de demora de atendimento em alguns casos, essa maneira convencional ainda é bastante utilizada.                                            

Veja outras situações de violência que podem ser registradas digitalmente

Além de situações de violência contra a mulher, os mesmos serviços podem ser utilizados para relatar crimes contra outras pessoas. Assim, entre os grupos atendidos pelo Disque 100 e pelos canais digitais, estão crianças e adolescentes, pessoas idosas, pessoas com deficiência, pessoas em restrição de liberdade, população LGBT e população em situação de rua.

Além disso, essa ferramenta também pode ser usada para efetuar denúncias de outros casos. Estes podem envolver discriminação étnica ou racial e violência contra ciganos, quilombolas, indígenas e outras comunidades tradicionais.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

BD Vasco é a campeão da C.O.P.A. FF: “Corrida do Milhão”

A BD Vasco é a equipe campeã da C.O.P.A. FF: Corrida do Milhão. A equipe levou o título e o prêmio de R$ 1 milhão na final,...

CD PROJEKT RED celebra seus 20 anos!

Em 1º de julho de 2022, a CD PROJEKT RED comemora seu 20º aniversário, marcando duas décadas desde que o estúdio entrou no cenário de...

YouTube reprime spam de comentários e contas falsas

O YouTube adicionou uma nova configuração para criadores de conteúdo para ajudá-los a reduzir o número de spammers e imitadores que enganam seus assinantes. Os canais...

Blizzard Entertainment anuncia aquisição do estúdio Proletariat

A Blizzard Entertainment anunciou hoje (1º) a aquisição do estúdio Proletariat, sediado em Boston, para melhor servir à comunidade de World of Warcraft®, premiado jogo...

Confira também